fbpx

DicasFrutas na dieta de cães

3 de fevereiro de 2020by marketing0

Quais as frutas indicadas e contraindicadas aos cães?

Vários alimentos que são seguros para consumo humano podem causar sérios danos à saúde de cães e gatos. Casos de envenenamento causados por consumo acidental de chocolate, cebola, macadâmia, uvas e uvas passas, xylitol, açaí, carambola e álcool foram descritos na literatura nas últimas décadas.

Os casos mais comuns são os que envolvem ingestão de chocolate e produtos à base de cacau, seguido de alimentos adoçados com xylitol, cebola, uvas e uvas passas e álcool. Cães possuem hábito alimentar indiscriminado e estão mais susceptíveis a ingestão de alimentos nocivos. Por esse motivo são mais afetados quando comparados com os gatos.

Por possuírem trato gastrointestinal diferente dos humanos, a ingestão de alimentos errados pode causar sérios problemas de saúde dos pets e em casos mais graves podem causar morte.

Hoje vamos falar sobre quais frutas podemos oferecer aos peludinhos e quais não são indicadas.

Algumas frutas que são liberadas para os cães, em alguns casos, podem não ser bem toleradas por alguns indivíduos. Por isso é muito importante testar a tolerância da fruta com seu pet, oferecendo pequenas porções.

Frutas indicadas aos cães:

Maçã:

Sim, os cães podem comer! Maçãs são excelentes fontes de vitamina A e C, assim como ótima fonte de fibra. Contém baixa quantidade de proteína e gordura sendo excelente petisco para cães idosos. Certifique de retirar todos os caroços, pois esses concentram pouca quantidade de ácido cianídrico, que ao encontrar o pH ácido do estômago se transforma em uma toxina, o cianeto.

Uma ótima dica é oferecer a fruta em porções congeladas para ajudar no calor do verão!

Bananas:

Ótima fruta para ser oferecida como petisco, mas sempre com moderação. Isso porque apesar de ser fonte de potássio, vitaminas, biotina, cobre e fibras, a banana concentra bastante açúcar (frutose). Animais que necessitam perder peso ou possuem disfunções como hipotiroidismo ou hiperadrenocorticismo devem evitar o consumo de banana.

A banana também contém prébióticos, que são fonte de alimento para as boas bactérias do trato gastrointestinal!

Amoras, mirtilos (blueberry) e framboesas:

Amoras, mirtilos e framboesas são frutas ricas em antioxidantes e fitoquímicos, responsáveis por reduzir o risco de câncer e proteger os órgãos contra os danos causados pela oxidação. Enzimas digestivas, presentes somente em alimentos in natura (não cozidos) ajudam na digestão e têm efeito antinflamatório.

Está ensinando seu cão a pegar alimentos no ar? Que tal tentar amoras, mirtilos e framboesas no lugar os petiscos artificiais?

Melão:

O Melão é considerado seguro para cães. Uma fruta rica em vitaminas A, B-6 e C, potássio e ótima fonte de água, sendo uma boa opção para manter seu cão hidratado nos dias quentes de verão. Ele é digerido muito rapidamente quando oferecido sozinho, em forma de petisco, porém se estiver acompanhado de outros alimentos pode ficar mais tempo que deveria no estômago e fermentar, causando gases e desconforto no seu peludinho.

Laranja:

Fonte de vitamina C, potássio e fibra a laranja é uma boa opção de petisco! Alguns cães não são fãs do cheiro de algumas frutas cítricas, o que pode dificultar a aceitação dessa classe de frutas. É recomendado retirar a casca antes de oferecer, mas não retire a parte branca, essa concentra grande quantidade de antioxidantes!

Pera:

Essa fruta é um ótimo petisco para os cães pois é rica em vitamina C e K, cobre e fibras. Assim como a semente da maçã, as sementes da pera contêm ácido cianídrico, então não se esqueça     de retira-las antes de oferecer ao seu peludinho.

Quais frutas não devo oferecer ao meu cão?

Uvas, uvas passas, carambola e açaí são contraindicadas para os cães.

Uvas e uvas passas são tóxicas para cães, independente da raça, idade ou sexo. Isso porque podem levar a insuficiência renal aguda. Ainda não se sabe qual parte da fruta seria responsável pela toxicidade em cães, por isso é muito importante evitar o consumo dessas frutas.

Carambola possui a toxina caramboxina, responsável por causar lesões neurológicas e insuficiência renal. Além disso essa fruta possui grande quantidade de ácido oxálico podendo levar a formação de cristais de oxalato de cálcios em cães com predisposição.

Já o açaí é contraindicado por concentrar a mesma toxina prejudicial ao coração e ao cérebro dos peludinhos encontrada no chocolate, a teobromina.

 

E o abacate e avocado?

Existe uma controvérsia em relação ao consumo de abacate e avocados. A toxina persina, responsável pela toxicidade das frutas, está presente principalmente nas cascas e folhas. Dessa forma os cães podem consumir a polpa das frutas, sempre com moderação, principalmente por se tratar de frutas com grande quantidade de gordura (lembrando que essa gordura é considerada de boa qualidade!).

Lembre-se sempre de certificar que seu cão está saudável antes de oferecer algumas frutas e sempre oferecer com frequência e quantidade moderada!

Referências bibliográficas:

Cachorro verde: https://www.cachorroverde.com.br/frutas/ (acesso em 31 de Janeiro de 2020)

Campbell A. Grapes, raisins and sultanas, and other foods toxic to dogs. UK Vet (2007) 12:1–3. doi:10.1111/j.2044-3862.2007.tb00121.x

Cortinovis C.; Caloni F. Household Food Items Toxic to Dogs and Cats. Vet. Sci., 22 March 2016. Department of Health, Animal Science and Food Safety, Universitá degli Studi di Milano, Milan, Italy. https://doi.org/10.3389/fvets.2016.00026

Davenport G. M; Shoveller A. K; Hayek M.; Massimino S.; Minikhiem D.; Flickinger E.; Roth G.; Igram D. Tolerance and safety of an avocado-based ingredient for adult dogs. The FASEB Journal 2012 26:1_supplement, 825.1-825.1

  1. M. Craig. Food intolerance in dogs and cats.Journal of Small Animal Practice. December 2018. https://doi.org/10.1111/jsap.12959

Porterpan B. Raisins and grapes: potentially lethal treats for dogs. Vet Med (2005) 100:346–50.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Whatsapp
Precisando de ajuda?